Shop Mobile More Submit  Join Login
About Literature / Hobbyist Lais NogueiraFemale/Brazil Recent Activity
Deviant for 6 Years
Needs Core Membership
Statistics 17 Deviations 263 Comments 3,263 Pageviews
×

Newest Deviations

Literature
Shame on Me
Papa once said:
Good girls don't talk to strangers.
Good girls don't accept candy from unknown people.
Good girls don't follow anyone unfamiliar.
Good girls don't use small clothes.
Good girls don't speak vulgar words.
Good girls don't act easy in front of guys.
Good girls don't walk around at night.
Good girls don't do. Girls don't do. Don't do. Do.
Good girls are the one good guys marry. While bad girls are the one guys have a one night thing.
Good girls are pure and innocent when dressed in a white bribe's dress. While bad girls were never pure or innocent.
Good girls are good and respected. While bad girls don't respect others or themselves.
I am not a bad girl, papa. Then why? Why did it happen?
I didn't talk to strangers. I didn't accept anything from an unknown person. I didn't follow an unfamiliar face. I didn't use small clothes. I didn't speak vulgar words. I didn't act easy, or walked around alone.
He was a friend of the family, always kindly smiling. He invited me numerous
:iconShiroikodoku:Shiroikodoku
:iconshiroikodoku:Shiroikodoku 0 0
Literature
RPS Ch1
Chapter 1
The world is divided in three continents: one Central, where lies the Kingdom; one Northwest, where the Empire rules; one Northeast, where no man lives. They are relatively the same size and the latest is surrounded by many small islands. On the Central continent there are villages all over, one of them, Melir, is a prosperous farming place, however monster started attacking it recently.
An 18-years-old boy stands between one of these nasty beasts and the helpless townspeople. He draws his sword and prepares to the battle. But before he can act, an older man throws his own sword at the head of the monster and it fall on the ground. The rest of the horde run scared, for their leader has been defeated.
\  \  \  \  \  \  \  \  \  \  \  \  \  \  \  \  \  \  \  \  \  \  \  \  \  \  \  \  \  \  \  \  \
:iconShiroikodoku:Shiroikodoku
:iconshiroikodoku:Shiroikodoku 0 0
Literature
Meet Me at the Horizon
Meet Me at the Horizon
There is always something we don’t know. It may be some small pieces of information, or important details that shouldn’t be missed or steps that are not obvious. And that changes the whole picture. Especially on such complicated spells as the Resurrection of a person.
Don’t get it wrong. Any unskilled untalented useless good-for-nothing self-introduced magician can perform this act of Resurrection. But a successful Resurrection, oh, this is another story. See, the catch – because there is always a catch when it comes to magic – is not putting a soul inside a body; that is a natural process. Souls are unstable and want to (yes, I understand it may be odd at that point to say it like that, but soon you’ll understand my reasons) stay inside a vessel of some sort, it just happens that the most suitable is a body. Thus a Resurrection consists in taking that soul and attaching it to where you want, which really is as
:iconShiroikodoku:Shiroikodoku
:iconshiroikodoku:Shiroikodoku 1 3
Literature
The Appendix - RPS/RPE
Item Log (Meet the Items!)
Items can be found and used in many situations, such as battles, trades or following the storyline. They are mostly common inside unlocked (for unknown reasons) treasure chests, but are also acquired under or inside furniture, near demolished areas, by talking and taking quests from peasants or specific characters, et cetera. Items are usually divided in various categories. In this case there are four main groups and their subdivisions.
HEALING ITEMS
Healing refer not only to the character’s Health Points, but also to him or her Magic, Stamina and statuses. During the adventure our heroes may face wounds and diseases, even death! To prevent the noble quest they took from reaching an end, many Healing Items (or Healing Spells in case there is a white mage nearby) are required.
- Potion: made with herbs and other natural objects, this is the primary item in any inventory. Used to heal Health Points, can also be thrown
:iconShiroikodoku:Shiroikodoku
:iconshiroikodoku:Shiroikodoku 0 0
Literature
Pensar num comodo com livros
O livro se abre em promessas
Enquanto o ônibus desliza.
E passam as ruas correndo,
E corre apressada minha vida.
Nas linhas levanta-se estória,
No muro eu vejo os grafites,
E estendem, estendem-se as horas
O tráfego paciência exige.
Mas chego, enfim, ao destino.
Lá dentro encontro refúgio
Por entre papéis e escritos
Me escondo num mudo mundo.
As obras sussurram palavras,
Eu bebo de todas elas,
Com cada gole a boca
Se enche de novas ideias.
E penso, e creio, e reflito,
E juro, e amo, e choro,
E é tanto mais que permitem
Que exalto-as por sua glória.
Um viva a todos os livros!
Embora também sejam maléficos,
Pois ferem-nos pensamentos absurdos
Inscrevem profundo nas almas.
E é doce o seu vil veneno.
E é vá essa nossa sabedoria.
E é puro o conhecimento.
E é pútrida a sociedade envelhecida.
Eu grito, então grites: livro
de tudo que vem ao mal.
Não há maio
:iconShiroikodoku:Shiroikodoku
:iconshiroikodoku:Shiroikodoku 0 0
Literature
Contrabandistas de Auroras
Franzindo o cenho olhou longamente pela janela, lá fora via os bárbaros caminhando tranquilamente por sobre o calçamento de pedras; vestiam-se em trajes iguais, como que para disfarçar a individualidade de seus atos, como a dizerem-se unos em sua supremacia, como a misturarem e tornarem cinza sua culpa. Mas no final, ela via, eram só homens e não possuíam a absoluta verdade.
Esperou não só eles, mas também os demais se retirarem das ruas antes de pular para fora da casa. O vestido farfalhava no vento da noite, mas não eram muitas camadas de pano que balançavam, eram livros. Tinha retirado o exagero de saias brancas e volumosas que a faziam vestir uma redoma sobre as pernas, substituindo-as por sacos abarrotados de obras que salvara ilegalmente. O peso, quando usou-os pela primeira vez, havia tornado o caminhar estranho, contudo um pouco de treino fez parecer como se deslizasse acima de nuvens.
Numa viel
:iconShiroikodoku:Shiroikodoku
:iconshiroikodoku:Shiroikodoku 0 0
Literature
Os Quatro Djins do Deserto
Pela noite, entre as dunas, o vento sopra frio, a lua majestosamente prateada emerge em estrelas, os grãos de areia dançam e os animais se escondem nas poucas plantas. Das cavernas os Djins observam o deserto em busca de qualquer alma corajosa o suficiente para adentrar seu território. Diferentes dos demais demônios, esses seres não significam perigo inevitável aos humanos; se comprazem dos jogos e apostas sendo, portanto, bondosos conforme a sorte sorri aos jogadores.
Um mago árabe certa vez disse "não há matemática para a chance de um homem vencer tal criatura, contudo baseado nos relatos de sobreviventes e testemunhas, a porcentagem é cinquenta contra cinquenta". Obviamente nem todo final infeliz apresenta testemunha alguma para acrescentar às estatísticas, com isso a frase perde um pouco da valia. Mesmo assim ainda há aqueles que procuram ganhar a fortuna dos Djins e cegos pela gan
:iconShiroikodoku:Shiroikodoku
:iconshiroikodoku:Shiroikodoku 0 0
Literature
Do Inicio ao Triste Fim da Ilha das Pedras
(...) A história dos deuses é extensa, por vezes até confusa, pois nos primeiros anos os homens ainda desconheciam a escrita e, dessa forma, a lenda que foi passada oralmente através das gerações adquiriu ou perdeu elementos que, decerto, modificaram-na. Contudo o consenso geral é de que, terminado o mundo e seus habitantes, os três subiram aos céus, as luas mais especificamente, onde residem e olham por nós. (...)
Em terra as nações e povos dividiram-se em grandes partes no território: os homens ao extremo Norte e Sul do continente, os híbridos e animais nas florestas do Centro, os espíritos e plantas por toda a extensão. Assim permaneceram em certa harmonia forçada, pois alguns homens arrogantes viam a si como superiores às demais raças e, comumente, criavam conflitos onde buscavam ganhar controle de tudo.
(...) No obscuro ano de 527 iniciou-se a chamada
:iconShiroikodoku:Shiroikodoku
:iconshiroikodoku:Shiroikodoku 1 0
Literature
Golden Li(n)es - Chapter Zero
First Things First
In April 1st 1964 the president of our nation was removed of his function by the military force supposed to protect him and this country. The event was considerate a military coup and, of course, there was resistance. But that proved itself pretty fruitless in the beginning. Many were arrested, many disappeared, many were murdered, many suffered. Until the 15th of May in 1985, when the dictatorship was finished and power returned once more to the people, who now, after such hardship, should value freedom and fight continuously to maintain it.
Unfortunately it wasn’t the case, but that is a matter for latter. For now I want you to focus on the social, economical and political arrangements before 1964. At that time Brazil was a great place to live in, not as good as it should be, but better than some years ago. Wages were high; education was (kind of) accessible; people were (starting to be) happy. Our leader wanted the unused land to be redistri
:iconShiroikodoku:Shiroikodoku
:iconshiroikodoku:Shiroikodoku 1 0
Literature
Blood Cat
The feline crossed the distance in the desert street with small steps, one paw and then another. There was only the veil of stars in the night sky, and so the moon could not reflect on the scarlet back, on the black face or on the white paws and tail of the cat.
                                  1. Three-colored cats can predict the future.
After a few blocks the animal stopped walking, looked at an old small building and started climbing the ladder on the outside until he reached a half-open window. From there he could see some of the furniture – an armchair, a table, an ashtray and a carpet –, a sitting man and some smoke that left the room through the opening. The cat meowed for attention, the old man turned his head, let go of the cigarette and rose from the armchair. He fully opened the window and patted the cat’s head.
— What do you do here? Wrong house, perhaps? – t
:iconShiroikodoku:Shiroikodoku
:iconshiroikodoku:Shiroikodoku 5 0
Literature
Nao Em Ordem Alfabetica
Ani (coreano),
Ar (georgiano),
Bù (chinês),
Chon (vietnamita),
Deil (turco),
Den (grego),
Ei (estoniano, finlandês),
Ez (basco),
Hindi (tagalo),
Ikke (dinamarquês, norueguês),
Illa (kannada),
Illai (tâmil),
Inte (suêco),
Lêdu (telugo),
Mai (tailandês),
Mhux (maltês),
Na (letão),
Nã (bengali),
Nahim (hindi),
Não (português),
Nathi (gujarati),
Ne (búlgaro, croata, esloveno, esperanto, lituano, macedônico, russo, sérvio, tcheco, ucraniano),
Nem (húngaro),
Ni (africâner),
Ní (irlandês),
Nia (bielo-russo),
Nicht (alemão),
Nidu (galês),
Nie (eslovaco, polonês),
Nit (holandês),
No (catalão, espanhol),
Non (galego, italiano, latim),
Not (inglês),
Nu (albanês, romeno),
Nyt (yiddish),
Pa (crioulo haitiano, francês),
Shinai (japonês),
Si (suaíle),
Tida (indonésio, malaio),
Voch (armênio),
Y
:iconShiroikodoku:Shiroikodoku
:iconshiroikodoku:Shiroikodoku 0 0
Literature
Entre Vermelho e Azul ha uma dama
A Colombina fugiu com o Arlequim
E o Pierrô ficou a se lamentar,
Pois sua amada, agora, estava distante,
Observando a Lua de outro lugar.
Mas o coração, às vezes, nos prega peças
E todas as coisas não são o que parecem ser,
Pois com esta Lua que ambos os apaixonados
Se compraziam nas noites sem o que fazer
Foi que a dama achou carta escondida
Na qual o amigo tinha confissão para fazer.
“Oh, Vênus brilhante de pura beleza!
Oh, amor que sinto e não ouso dizer!
Quisera eu ser o motivo do mais belo sorriso,
Quisera tu ao meu pranto responder”.
E muitas linhas e linhas seguiam estas,
E muitos outros elogios ele fazia
Até que foi tanta a emoção provocada
Que toda a menina tornou enrubescida.
No outro dia suspiravam dois pobres moços
Quer por amar alguém, também sofriam,
Mas para um deles findava o infortúnio
Ao perceber na porta sua Colombina.
Foi uma confusão de braços, doces e beijos
A que se deu dentro daquela cozinha
Enquanto um Pierrô muito perplexo
Ouvia o que sua amiga diz
:iconShiroikodoku:Shiroikodoku
:iconshiroikodoku:Shiroikodoku 0 0
Literature
Perfume da Noite
No início dos tempos, quando não existiam homens para andar pela terra, mas os astros já eram nascidos, havia um jardim sem fim aonde Sol e Lua, bons amigos e companheiros de andança, iam para conversar.
Eles eram opostos que se completavam: Sol com sua pele bronzeada, olhos amarelos, cabelos loiros; Lua pálido como uma vela, olhos e cabelos da cor do ébano. Um alegre e falante, o outro de brilho comportado e tímido.
Certa vez, sentados à sombra de uma árvore, viram passar Girassol, criatura adorável, de grande beleza e riso cristalino, junto à outra figura que pouco foi notada na época. Os olhos de Sol e os dela se encontraram e aconteceu o amor à primeira vista. Daquele dia em diante, os amigos passaram a freqüentar o jardim mais vezes, bem como a dama passou a cumprimentá-los e parar para conversar.
Passadas várias semanas, os dois namorados já professavam seu amor em público e Lua sentia-se dividido. Havia se apaixonado pela flor e desejava tê-la ao seu lado, mas sabia que isso ser
:iconShiroikodoku:Shiroikodoku
:iconshiroikodoku:Shiroikodoku 0 0
Literature
Gato de Sangue
Pata ante pata o felino singular subia a rua deserta. O manto de estrelas era a única luz da noite negra e, por isso, a lua não refletia no dorso rubro, na face preta ou nas extremidades brancas do gato.
                                  1. Gatos de três cores podem prever o futuro.
Depois de algumas quadras o animal parou, observou um prédio velho e pequeno e passou a subir as escadas laterais da construção até certo andar onde uma janela estava semiaberta.  No quarto havia pouca mobília – uma poltrona, uma mesinha, um cinzeiro e um tapete –, um homem e fumaça que saia pela abertura. O gato miou baixo pedindo por atenção, o velho virou a cabeça, soltou o cigarro e levantou-se, abriu por completo a janela e afagou o pescoço do bichano.
— Que faz aqui? Errou de casa? – olhos brilhantes
:iconShiroikodoku:Shiroikodoku
:iconshiroikodoku:Shiroikodoku 0 0
Literature
Em Memoria da Estrela
“Brilha, brilha estrelinha
E não pare de brilhar
Ilumina a minha noite,
Vem na janela cantar
Brilha, brilha estrelinha
Venha nos abençoar.”
- disseram aqueles pequenos lábios.
Ela olhava para o céu, para mim, com fascinação. Juntou suas mãos e começou a rezar como todas as noites. Não falava, mas eu sempre imaginei que pedia a Deus, mais ou menos assim: “Olá, Senhor, sou eu, Clarice. Por favor, proteja a mamãe e peça ao papai ai no céu para fazer o vovô sorrir.” Terminada a oração, fechou as janelas e foi dormir.
Eu fiquei ali, brilhando, e quando o Sol nasceu imaginei que a casa acordava de novo: que a escada rangia sobre os passos de alguém, que o chuveiro deixava escorrer água, que os pratos e talheres faziam barulho. E então a porta se abria, a garotinha e um velho homem saiam, ela era levada para a escola e durante o dia não olhava para mim.
Quando ela estava sozinha, de noite, às vezes chorava bem baixinho e soluçava um pouco, mas naqueles momentos,
:iconShiroikodoku:Shiroikodoku
:iconshiroikodoku:Shiroikodoku 0 0
Literature
Filho do Sol do Sul
A rainha Coração de Gelo
Sem seu costumeiro olhar glacial
Uivava e urrava de dor
Devido ao esforço partal
Feitiços e incensos no quarto
Durante os rituais de nascença,
Tudo dirigido pela feiticeira
Obrigada aquilo por avença
Tão logo a criança nasceu
Entusiasmada a soberana questionou:
"Um rei ou rainha pari?"
Ao que sua serva negou
"O sinto, minha senhora,
Mas nenhum rei ele será,
No pescoço traz o cordão
Que veio sua vida roubar"
"Não aceito tamanha desgraça!"
Gritou a enfurecida mulher
"Reviva-o, ordeno, reviva-o
E faça-o quanto antes puder!"
"O que pede, vossa alteza,
É impossível conseguir,
Já que a alma se estraçalha
Uma vez após partir"
"Me contento com meia alma,
É melhor do que nenhuma,
E não ouse discutir
Ou eu partirei a sua!"
"Como queira então, senhora,
Mas um preço irá pagar,
Aquilo que lhe é importante,
O destino virá levar"
E dizendo essas palavras
Passou ao encanto recitar
Abraçou-se ao menino
E em sua orelha foi cantar:
"Volte logo doce criança
Ao mundo que não conhec
:iconShiroikodoku:Shiroikodoku
:iconshiroikodoku:Shiroikodoku 0 0

Favourites

DAI - Dwarven Romance AU :iconaimo:aimo 751 80 Choose Your Scrapper :icondyemelikeasunset:Dyemelikeasunset 1,198 111 Sailor Moon :iconnako-75:nako-75 14,700 1,291 The Messenger, The Dark Horse and The Prophet :icondapper-owl:dapper-owl 1,009 22 Melt my Heart :iconpicolo-kun:Picolo-kun 21,395 645 Butterfly and Bird :iconyutaan:Yutaan 370 41 Let's Dance! :iconbiteghost:BITEGHOST 125 11 O Heartless Man :icondarksunrose:DarkSunRose 906 61 Sketchdump 9: Dragon Age :iconalexielapril:AlexielApril 108 9 Harpy monster girl 01 :iconmariposa-nocturna:mariposa-nocturna 528 20 Second Burial :iconmadlittleclown:MadLittleClown 1,529 75 The Gray Mouser at the Bazaar of the Bizzare :iconmattrhodesart:MattRhodesArt 3,176 103 Roll those R's :iconseisei:seisei 1,992 198 Inception and The Silver Eye :iconlaurahollingsworth:LauraHollingsworth 44 14 Guide to Panel Variation with The Silver Eye :iconlaurahollingsworth:LauraHollingsworth 3,730 157

Activity


Journal

No journal entries yet.

deviantID

Shiroikodoku
Lais Nogueira
Artist | Hobbyist | Literature
Brazil
Aspirante a escritora. Escrevo na maior parte do tempo. Deveria estar escrevendo agora. Possivelmente não estou, mas quando estiver num local onde NÃO deveria escrever, sem papel, apoio ou tempo, escreverei.
Falo inglês e português fluente, tento falar Espanhol, quero aprender Mandarim e Japônes.
Nasci, cresço e morrerei. Vivo.
Poiséporenquantoéisso.

I intend to be a writter. I write most of the time. I should be writting right now. Probably I am not writting, but I will when I shouldn't.
I speak English and Portuguese, I try to speak Spanish, I want to learn Mandarin and Japanese.
I was born, am living and will die.
Thatisitfornow.
Interests

Comments


Add a Comment:
 
:iconl3onnie:
l3onnie Featured By Owner Oct 24, 2015  Professional Digital Artist
Thanks for watching! I really appreciate it! :) :heart:
Reply
:iconshiroikodoku:
Shiroikodoku Featured By Owner Nov 13, 2015  Hobbyist Writer
You're welcome C:
Reply
:iconnewsha-ghasemi:
Newsha-Ghasemi Featured By Owner Nov 21, 2014  Professional Digital Artist
Thanks for the watch love!
Reply
:iconshiroikodoku:
Shiroikodoku Featured By Owner Nov 21, 2014  Hobbyist Writer
You're welcome. Your art is very beautiful.
Reply
:iconmoealmighty:
MoeAlmighty Featured By Owner Jun 16, 2014
gracias for the fave miss
Reply
:iconshiroikodoku:
Shiroikodoku Featured By Owner Jun 16, 2014  Hobbyist Writer
You are welcome. That is a really nice comic. Looking forward for more C:
Reply
:iconkrissiistsocool:
KrissiIstSoCool Featured By Owner Dec 5, 2012  Student Filmographer
Thank you so much for playing and enjoying [link] aaaaand adding it to your faves!!! I'm very glad you like it c:
Reply
:iconshiroikodoku:
Shiroikodoku Featured By Owner Dec 7, 2012  Hobbyist Writer
You're welcome. The game is funny too (even though I scored just 86 points :C).
Reply
:iconkrissiistsocool:
KrissiIstSoCool Featured By Owner Dec 7, 2012  Student Filmographer
:D thanks for the watch aswell^^ :D
...it still has so many bugs ^^' ..if you know em you can easy get 300 points xD
Reply
:iconshiroikodoku:
Shiroikodoku Featured By Owner Dec 8, 2012  Hobbyist Writer
You're welcome.
Reply
Add a Comment: